A galáxia mais brilhante do universo está se “despedaçando”



Pesquisadores descobriram que a galáxia mais luminosa do universo, nomeada W2246-0526, parece estar se “despedaçando”.
O estudo, conduzido por Roberto Assef, astrônomo da Universidad Diego Portales, no Chile, será publicado na revista científica The Astrophysical Journal Letters.

Para todo lado

Os cientistas estudaram a galáxia, que fica a 12,4 bilhões de anos-luz da Terra, utilizando o telescópio Atacama Large Millimeter / submillimeter Array, conhecido pela sigla ALMA.
A W2246-0526 se formou cerca de um bilhão de anos após o Big Bang, e brilha tão intensamente quanto 300 trilhões de sóis. De acordo com os pesquisadores, ela está perdendo muito gás devido à grande quantidade de energia do seu buraco negro central.
“Esta galáxia está se despedaçando”, afirmou Assef, líder da equipe de observação no ALMA, em um comunicado. “O momento e energia das partículas de luz depositadas no gás são tão grandes que estão empurrando-o para fora em todas as direções”.

Patinho feio

W2246-0526 é um tipo de galáxia rara conhecido como “galáxia quente obscurecida por poeira” (do inglês “Hot Dust-Obscured Galaxy”, cuja sigla é Hot DOG).
Em galáxias como esta, uma região intensamente brilhante e quente de material em torno do buraco negro supermassivo central, conhecida como disco de acreção, se torna turbulenta.
Mas, ao contrário de outras Hot DOGs, onde o gás turbulento a partir deste processo é concentrado em uma direção, a W2246-0526 tem gás turbulento por toda a galáxia, que abrange milhares de anos-luz.
O gás está se movendo a cerca de 2 milhões de quilômetros por hora. Os cientistas creem que a intensa luminosidade da galáxia poderia ser a causa deste comportamento incomum.
Na verdade, a região em torno do seu buraco negro é mais de 100 vezes mais luminosa do que o resto da galáxia, exercendo enorme pressão sobre o gás. Se essas condições turbulentas continuarem, os cientistas pensam que todo o gás interestelar da galáxia poderia desaparecer.

Dúvida

Por enquanto, a grande incógnita para os pesquisadores é saber se este gás realmente está sendo empurrado para fora da galáxia, ou se está simplesmente “se agitando” ao redor. [ILFS]
Fonte: http://hypescience.com/
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.