Arqueólogos descobrem túmulo de mais de 3 mil anos no Egito

Uma equipe de especialistas americanos, com a colaboração do Ministério de Antiguidades egípcio, descobriu um novo túmulo que data, provavelmente, da 18ª dinastia faraônica (1554-1304 a.C.) do Império Novo, na região de Al Qarna, ao oeste da cidade egípcia de Luxor.
Segundo um comunicado do Ministério de Antiguidades, a tumba, que tem o formato da letra "T", foi descoberta pelo Centro Americano de Pesquisa no Egito (ARCE) ao leste do TT110 (onde trabalha a entidade) e pertence a uma pessoa conhecida como "Sa-Mut".

No túmulo há imagens pintadas com cores brilhantes que representam atividades diárias, celebrações e outros aspectos da vida do proprietário da tumba e de sua mulher, "Ta Jait".
O sepulcro, que consiste em uma sala transversal e câmaras laterais não finalizadas, foi saqueado na antiguidade e vários textos e decorações foram danificados.
Há uma semana, as autoridades egípcias anunciaram que a mesma equipe de arqueólogos americanos descobriu o mausoléu do chamado "guardião da porta do deus Amón", também pertencente à dinastia XVIII.


Fonte: Revista Galileu
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.