Apollo 18 e os enigmas lunares

Excelente reportagem sobre o filme Apollo 18,  publicado por Pepe Chaves, editor do diário digital Via Fanzine e da Rede VF, com a colaboração de Márcio R. Mendes (SP):

Apollo 18 e os enigmas lunares

Longametragem propõe que a missão “Apollo 18” teria sido lançada
em dezembro de 1973 e financiada pelo Departamento de Defesa dos EUA.

Numa missão "desclassificada", dois astronautas vivenciam episódios insólitos na superfície lunar.

‘Mix’ de fatos & ficções

 Um dos filmes de ficção científica mais esperados do ano é “Apollo 18”, que traz uma elaborada trama astronáutica reunindo suspense e pavor num ambiente extraplanetário. Procurando mudar os rumos da história oficial esta grande produção do cinema aponta à uma versão conspiratória para a missão cancelada pela Nasa, alguns meses antes de seu lançamento previsto.

 Oficialmente, a Nasa declara que a missão Apollo 18 não existiu, já que o programa de viagens tripuladas à Lua teria sido encerrado após o lançamento da Apollo 17, em 17 de dezembro de 1972. 

Esta teria sido a última, de seis missões tripuladas que levaram 12 homens à Lua. Estas missões lunares foram executadas pela agência espacial americana, entre julho de 1969 a dezembro de 1972 – da Apollo 11 a 17, com exceção da missão 13, que não alunissou por pane na espaçonave.

Agora, este longametragem propõe que a missão “Apollo 18” teria sido lançada – em segredo – um ano depois (em dezembro de 1973) daquela que teria sido oficialmente a última. No filme,  dois astronautas americanos da Apollo 18 seguiram em missão secreta e financiada pelo Departamento de Defesa dos EUA, rumo à Lua em busca de um objetivo definido.

A produção mescla filmagens originais com efeitos especiais realistas, criando um clima de suspense e mistério, associado por alguns críticos de cinema a produções como “As Bruxas de Blair” e “Cloverfield”. Neste sentido, o que é apresentado impinge uma clara impressão de realidade, sobretudo, por conta do clima documental e de boa dose de casualidade sugerida em algumas tomadas, fotografias e passagens.

Efeitos especiais e imagens originais dão ar de realismo à trama.

Mistérios lunares

Enquanto a missão espacial Apollo 18 foi oficialmente cancelada, mesmo após de já ter escalada a sua equipe de astronautas, frustrando os anseios de servidores da Nasa e entusiastas das viagens tripuladas americanas, essa trama cinematográfica propõe que a dita missão zarpou, sim, silenciosamente para a superfície lunar.

E assim, os dois astronautas em “missão secreta”, descem na superfície lunar e acabam por se envolver em ocorrências bizarras e repletas de incógnitas numa determinada região do satélite terrestre.

Entre as curiosidades vivenciadas por ambos, está um achado sem explicações em solo lunar: um capacete do que seria um cosmonauta russo. O misterioso capacete traz as siglas da União Soviética (CCCP) e cujo visor está quebrado.

E, por conta das ocorrências insólitas dessa missão, a partir de então – de acordo com o enredo -, nem os EUA ou a antiga União Soviética “ousaram” elaborar novos planos para o retorno humano à Lua.
 
Apollo 18, o filme, tem produção do cineasta russo Timur Bekmambetov para a Weinstein Company, com direção do espanhol Gonzalo Lopez-Gallego e roteiro de Brian Miller.

Apollo 18 estreia nos cinemas dos EUA e do Brasil em 02 de setembro de 2011.

* Pepe Chaves é editor do diário digital Via Fanzine e da Rede VF.

-  Imagem: divulgação.


Fonte: http://ovnihoje.com/
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.