Telescópio Herschel encontra uma estrela que ejeta jatos poderosos de água para o espaço

Uma ilustração da estrela que ejeta água para o espaço

Pesquisadores à procura de vida no cosmos muitas vezes começam seus trabalhos tentando encontrar um ingrediente chave necessário para vida tal como a conhecemos: a água.

Somente há 750 anos luz daqui, eles encontraram água, muita água sendo ejetada dos pólos de uma estrela, similar ao nosso sol.  Estes jatos de água viajam à velocidade de 225.000 km/h.

Esta descoberta é interessantíssima, por vários motivos.  Primeiro, ela indica que por todo o universo estes tipo estrelas poderiam estar distribuindo vastas quantidades de água para o espaço, e assim potencialmente semeando a vida por suas redondezas.  Mas não é só isso; esta descoberta também dá uma pista sobre a formação de nosso próprio Sol, e o papel que a água pode ter tido na formação de nosso planeta.

A estrela foi descoberta pela Observatório Espacial Herschel da Agência Espacial Européia.  O Herschel viu uma assinatura de luz indicativa de hidrogênio e oxigênio, e quando os cientistas estudaram estes traços descobriram que os átomos em questão estão formando água sobre e ao redor da proto-estrela.  Mas, à medida que as moléculas se movem através da estrela e são injetadas nos gigantescos jatos de gás que saem dos pólos, o calor e a pressão vaporizam a água e a transforma em jatos de gás.

Somente quando o gás se encontra longe o suficiente da estrela é que ele rapidamente se resfria e retorna ao estado líquido.  Neste ponto, as gotículas de água são essencialmente ‘projéteis’ de água, se movendo a aproximadamente 80 vezes mais rápido do que qualquer bala disparada por um rifle.  E existe muita água.  A quantidade de água ejetada da estrela a cada segundo é igual à quantidade que vaza por todo o Rio Amazonas, dizem os pesquisadores.

Os astrônomos acham que este estágio de ejeção da água das estrelas seja curto, mas é algo que toda proto-estrela faz.  Se este for o caso, isto significa que a água pode estar espalhada por todo o universo.
A cada nova notícia que recebemos sobre nosso universo, mais e mais temos respaldo para nossa convicção de que não estamos sozinhos.  A vida por todo o universo, nem que seja microscópica, deve ser a regra e não a exceção.

Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.