A Lua pode ter a mesma proporção de água que a Terra – abaixo de suas respectivas superfícies


Um grupo de cientistas anunciou recentemente que abaixo da superfície da Lua pode haver tanta água quanto na Terra.  Esta revelação poderá mudar tudo que conhecemos a respeito da Lua, bem como abrir o cominho para colônias humanas naquele satélite nos próximos vinte anos.

Os pesquisadores usaram uma sonda especialde íon para analisar amostras de vidro vulcânico que foram trazidas à Terra pela tripulação da Apollo 17.  Água e outros elementos das profundidades do solo lunar permanecem intactas neste vidro, e permitiu aos cientistas determinarem os níveis prováveis de água no manto lunar.  Esses níveis foram 100 vezes mais altos do que os encontrados em estudos anteriores.

Se este estudo estiver certo, a Lua teria tanta água quando a Terra, proporcionalmente.  Ou seja, não teria o mesmo volume total de água da Terra, mas o mesmo volume que a Terra teria em seu manto, se fosse do mesmo tamanho da Lua.

Em uma de suas declarações, o geólogo James Van Orman, da Case Western Reserve Universitydisse:

 “Contrastando com a maioria dos depósitos vulcânicos, as inclusões derretidas estão envolvidas em cristais que previnem a água e outros elementos voláteis de escapem durante a erupção.  Estas amostras fornecem a melhor janela que temos para calcular a quantidade de água no interior da Lua.

O professor Alerto Saal, outro geólogo que trabalhou neste estudo, adicionou: 

No final das contas, é que em 2008 dissemos que o conteúdo primitivo de água no magma lunar poderia ser similar ao conteúdo existente na lava do manto superior da Terra.  Agora, provamos que este realmente é o caso.

A equipe de cientistas afirma que estes elementos voláteis são muito similares aos basaltos encontrados nas cadeias dos oceanos terrestres, e indicam que alguma parte do interior da Lua contém tanta água quanto o manto superior da Terra.
Em outras palavras, estamos vendo algo que parece ser muito similar ao que esperaríamos na Terra — pelo menos com este pedaço de vidro vulcânico.  Isto pode mudar nossa compreensão de como a Lua foi formada.  Geralmente, acredita-se que a Lua originou-se de um pedaço da Terra que se quebrou quando um corpo celeste do tamanho de Marte atingiu nosso planeta.  Mas um impacto não deixaria tanta água para trás.  É possível que a Lua tenha sido formada desta forma?  Isto é um assunto para mais pesquisas, mas a equipe de cientistas aponta duas possibilidades: 1. Em algum ponto a Terra e a Lua podem ter compartilhado o mesmo ‘envelope atmosférico’; ou 2. A amostra que a equipe analisou pode ser aberrante e não indicativa do manto por toda a Lua.
Estas descobertas também reafirmam as descobertas recentes de depósitos de gelo que sondas encontraram nas sombras das crateras lunares.  Até agora, os cientistas acreditavam que a água lunar veio de meteoros que atingiram a lua, deixando sua água para trás.  Agora, parece que esta água provavelmente é originária do próprio manto da Lua e foi trazida até a superfície pelas erupções vulcânicas.

Se o manto lunar realmente for rico em água, esta descoberta sugere que possamos ter uma melhor chance de gerar água e oxigênio na superfície da Lua para nossos habitantes.

Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.