Tornados deixam 44 mortos nos Estados Unidos


RALEIGH, EUA — Telhados arrancados, árvores derrubadas, bairros inteiros devastados: violentos tornados atingem desde quinta-feira o sul dos Estados Unidos, e já deixaram 44 mortos.
Mais de 100 tornados ocorreram como consequência de uma forte tempestade que se formou na quinta-feira e afetou os estados de Oklahoma, Texas, Arkansas, Mississipi, Alabama, Carolina do Norte e Kansas.
A tempestade dirigiu-se posteriormente para o leste, em direção a uma região chamada de "corredor dos tornados" pela frequência com que ocorre este tipo de fenômeno. A intensidade da tempestade diminuía neste domingo, após chegar à costa do Atlântico.
Os tornados deixaram em seu percurso pelo menos 44 mortos em seis estados, principalmente na Carolina do Norte, segundo um balanço feito neste domingo pela AFP com base em dados divulgados pelas autoridades.
O saldo é de 23 mortos e 80 hospitalizados na Carolina do Norte, fortemente atingida pelos tornados no sábado, indicou à AFP Patty McQuillan, porta-voz dos serviços de emergência deste estado, onde foi declarado estado de emergência.
"É a pior tempestade desde 1984 (...), mais de 84 mil pessoas ficaram sem eletricidade. Certamente passarão vários dias até que possamos restabelecer a corrente", acrescentou.
A tempestade tombou árvores, derrubou postes elétricos, arrancou telhados das casas e espalhou tratores e carros pelas estradas da Carolina do Norte.
"É como se uma bomba tivesse explodido no jardim", disse à rede ABC um morador de Raleigh, a capital do estado, que conta com mais de 350 mil habitantes.
Na pequena cidade de Dunn (centro do estado), os tornados jogaram sobre a estrada um enorme caminhão, e em certos bairros os moradores vagam confusos em meio às ruínas de suas casas.
"Não sobrou nada da minha casa, tudo está destruído, quebrado. E meu cachorro está morto", afirmou entre soluços uma mulher à rede CBS.
"A situação é grave. Há um grande número de casas e lojas destruídas e muitas vítimas", disse à rede ABC Mike Sprayberry, diretor-adjunto dos serviços de emergência da Carolina do Norte.
"Na sexta-feira nos avisaram que as condições meteorológicas iam piorar. Mas nunca se sabe até que ponto a situação será grave", acrescentou.
"Nos anos 1980 tivemos algo como isto. Quando há mortos e destruição, tentamos ser solidários, trabalhar juntos para superar a crise", disse.
Cerca de 20 tornados atingiram na sexta-feira os estados de Mississipi e Alabama, menquanto outros 15 ocorreram na quinta-feira em Oklahoma, Texas s Kansas, segundo o serviço meteorológico americano.
Os tornados são perturbações climáticas que têm uma duração muito limitada, que vai de alguns minutos a meia hora, mas sua intensidade pode ser devastadora, com ventos que podem superar os 200 km/hora.
Frequentemente causados por tempestades violentas, os tornados são favorecidos pelo choque de massas de ar com temperaturas diferentes.
As autoridades americanas recomendam se proteger em abrigos ou sótãos durante os tornados, assim como se afastar de janelas e não permanecer nos veículos.
Fonte: Charles Duncan (AFP)
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.