Usina nuclear de Fukushima no Japão registra nova explosão

Incidente aconteceu pouco depois do governo admitir que o reator continuava instável.

Japão - Uma nova explosão ocorreu às 6h10 do horário local (18h10 do horário de Brasília) no reator número 2 da usina nuclear de Fukushima, no nordeste do Japão, após o terremoto registrado na sexta-feira passada.

A explosão ocorreu pouco depois que o Governo admitisse um comunicado que o reator continuava instável, segundo a agência Kyodo.

A agência Kyodo informou que os níveis de radiação "superaram o limite legal" após a explosão.

Os operários da usina levaram toda a noite trabalhando para injetar água salgada em seu contêiner secundário em uma tentativa de resfriar o núcleo e impedir uma fusão que emita radioatividade ao exterior, mas o reator quase sempre se manteve instável.

Se o núcleo começar a fundir, provocará uma situação de emergência por vazamento de radiação.

O reator número 2 de Fukushima sofreu na segunda-feira um falha em uma de suas 10 válvulas que afetou o sistema de refrigeração, algo similar ao ocorrido antes da explosão dos reatores 1 e 3 da mesma usina depois do terremoto de 8,9 graus na escala Richter, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), na sexta-feira passada.

Foto: Agência EFE
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.