Nave Discovery é preparada para a sua última viagem




CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - O ônibus espacial Discovery chegou à plataforma de lançamento pela última vez e está sendo preparado para o seu derradeiro lançamento, na quarta-feira, quando começa a levar uma câmara de armazenamento para a Estação Espacial Internacional.

Os três ônibus espaciais dos EUA - a começar pelo Discovery - serão aposentados em 2011, e a partir daí a Nasa vai se dedicar ao desenvolvimento de um novo tipo de nave para viagens mais longas, com a meta de um dia levar astronautas a Marte.

"Num mundo ideal, antes de você vender o seu atual carro, você quer ter certeza de que já tem o próximo que irá comprar", disse Mike Moses, que supervisiona o programa de ônibus espaciais no Centro Espacial Kennedy.

"Mas a realidade é que a Nasa tem um orçamento limitado, como a maioria das famílias norte-americanas, e sem uma grande injeção de dinheiro só dá para fazer um par de coisas ao mesmo tempo. Para que outro programa de voos espaciais humanos comece, temos de encerrar (o programa atual)."

Depois dessa missão, a Nasa prevê realizar um último voo com o ônibus Endeavour, em fevereiro, para transportar um detector de partículas de 2 bilhões de dólares, o Espectrômetro Magnético Alfa, para a Estação.

Mas a agência também espera conseguir encaixar um voo adicional do ônibus Atlantis em meados de 2011, para levar suas últimas cargas à Estação Espacial Internacional - um projeto de 100 bilhões de dólares, que reúne 16 países e está sendo construído desde 1998 a uma altitude de 354 quilômetros.

O Congresso já aceitou um plano de 19 bilhões de dólares por ano para que a Nasa desenvolva novos foguetes e invista em tecnologias promissoras. Mas os projetos estão parados, pois as verbas ainda não foram liberadas.

O governo Obama também convenceu o Congresso a aprovar um projeto pelo qual a Nasa terceirizaria os lançamentos de astronautas. O problema é que ainda não existe um setor privado voltado para isso.

Quando os ônibus forem aposentados, só a Rússia terá capacidade de levar tripulantes à Estação - e os EUA pagarão 51 milhões de dólares por astronauta.

Em 29 anos e 132 missões com os ônibus espaciais, a Nasa teve dois acidentes fatais, com 14 mortes.

"A equipe deseja preservar o legado do programa de ônibus espaciais, e terminar realmente com um tom elevado", disse John Shannon, gerente do programa de ônibus espaciais.

A decolagem do Discovery está prevista para as 17h52 de quarta-feira (hora de Brasília). A chegada à Estação deve acontecer na sexta-feira.

O lançamento foi adiado em dois dias por causa de um defeito em um sistema usado nas manobras no espaço.

A nave transporta também peças de reposição e um protótipo de robô humanoide, chamado Robonaut 2, que viverá no laboratório norte-americano da Estação, ajudando os tripulantes em tarefas de manutenção.

A missão deve durar 11 dias, com a possibilidade de prorrogação por um dia. A tripulação consiste em seis astronautas.

Fonte: http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/11/01/nave-discovery-preparada-para-sua-ultima-viagem-922926822.asp
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.