Quando seremos capazes de criar uma base lunar?

Até agora, a Lua provou ser um lugar terrivelmente difícil de visitar, mas nós realmente gostaríamos de viver lá. Apesar dos anos de planejamento, não conseguimos muito além de colocar os pés na Lua. E isso em décadas. Muito menos estabelecer uma base de operações permanente.

Conceito artístico do que poderá ser a primeira base lunar

Ainda assim, os benefícios de uma colônia lunar seriam muitos. Uma base lunar serviria como o primeiro passo para assegurar a existência da raça humana no longo prazo - para a exploração e colonização de locais mais afastados do Universo. Ela forneceria um ponto seguro a partir do qual poderíamos melhorar nossa tecnologia de voos espaciais, explorar a superfície lunar e expandir nossa compreensão científica.


Além disso, o advento da indústria lunar poderia fornecer aumento da produção de energia, digamos extraindo Hélio 3 ou coletando energia solar, e construção de uma espaçonave eficiente, bem como servindo tanto como impulso econômico quanto como iniciativa unificadora para toda a humanidade. (Por outro lado, os recursos da Lua poderiam sempre fornecer outra desculpa para as nações brigarem umas com as outras.)

Indústria, economia e unificação da raça humana são todas ótimas razões para estabelecer um assentamento na Lua, ainda que nenhuma delas tenha impulsionado a construção de uma operação permanente, como nos planos do exército americano de 1959 para uma base militar lunar ou nos planos propostos pelo ex-União Soviética para uma base lunar em 1962 (ambos com o combustível adicional da Guerra Fria). Mais recentemente, a Nasa voltou atrás com os planos de 2006 para um rudimentar acampamento lunar que obviamente não deram em nada. A volta atrás se deu por dois fatores: tecnologia e vontade.

Do ponto de vista puramente tecnológico, sabemos que podemos alcançar a Lua. Também possuímos o grande talento para começar a construir lá, possibilitando a dimensão e a escala para as atividades lunares evoluírem.

A maioria dos especialistas, contudo, acredita que nossos métodos de alcançar a Lua têm que se tornar mais eficientes, em termos de custos, e mais efetivos, em termos de energia, para facilitar a operação em larga escala lá. Isso significa desenvolver veículo pesado para cargas grandes e aperfeiçoar veículos mais baratos e mais rápidos para missões em pequena escala, como exploração do local, testes de tecnologia e experimentos isolados.


Tais avanços, contudo, ainda exigem um grande esforço, ou seja, suporte financeiro significativo. Para as indústrias privadas, essa necessidade requer potencial para lucro no curto e no longo prazo. Para programas espaciais do governo, requer suporte político significativo e, mais frequentemente, o suporte básico da população.

No começo de 2010, a economia e a política dos EUA adiaram indefinidamente os últimos planos da Nasa para o estabelecimento de uma base lunar. Logo depois, contudo, a Agência de Exploração Espacial do Japão (JAXA) revelou planos de estabelecer uma base lunar em 2020. Na esfera privada, contudo, a competição Lunar X Prize, do Google, continua a avançar na tecnologia para naves espaciais lunares em pequena escala.

Alcançar a Lua é comprovadamente um dos maiores feitos da humanidade e, de longe, o auge de nossas viagens aos mistérios do espaço. O tempo dirá exatamente quando e como nós juntaremos força de vontade e desenvolveremos tecnologia para ir além disso.

Fonte: http://ciencia.hsw.uol.com.br
Share on Google Plus

About Henrique Halbercone

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.